A paixão segundo G.H – Clarice Lispector

Clarice Lispector dispensa muitas apresentações. Nasceu na Ucrânia, mas se mudou para o Brasil ainda criança. Foi aqui que criou suas obras e sua história, e se tornou uma das maiores escritoras do Brasil. É também famosa por suas inúmeras frases e citações, que circulam na internet em perfis de orkut, twitter, facebook e blogs. Apesar disso, ela continua desconhecida para muitos leitores, pois muitos consideram a sua escrita hermética (que segundo o dicionário Michaelis, entre outros significados, quer dizer “De compreensão muito difícil”). Já havia lido alguns contos dela, e recentemente (finalmente) consegui ler uma de suas obras.

“A Paixão Segundo G.H” conta a história de uma mulher que após a demissão da empregada, resolve fazer uma grande arrumação na casa, começando justamente pelo quarto da ex criada. Ela imaginou que encontraria um quarto bagunçado e sujo, mas para sua surpresa, naquele quarto ela encontra coisas que jamais imaginaria. Na verdade o quarto é apenas uma referência, pois tudo se encontra dentro dela.

Confesso que com certeza terei que ler o livro de novo, pois ele tem tantas nuances, sutilezas e detalhes que em uma única leitura fica impossível captar tudo. Tive que parar de ler várias vezes, porque em alguns momentos, o que estava escrito me fazia refletir tanto e olhar tanto para dentro que ás vezes eu pirava rs. Eu tenho uma visão muito particular sobre Clarice e ler esse livro me fez gostar ainda mais dela. Poderia ficar aqui escrevendo horas e horas sobre ela, mas claro que não vou fazer isso. Quem sabe um dia 🙂

Na abertura do livro, Clarice faz um pedido aos leitores da história. Na minha visão, todos que consideram Clarice Lispector “complicada”, deveriam atender à esse pedido antes de ler qualquer obra dela. Pouparia muitas frustrações. Um trecho do pedido:

“Este livro é como um livro qualquer. Mas eu ficaria contente se fosse lido apenas por pessoas de alma já formada. Aquelas que sabem que a aproximação, do que quer que seja, se faz gradualmente e penosamente – atravessando inclusive o oposto daquilo de que se vai aproximar”. C.L

Dito isso, recomendo muito “A paixão segundo G.H”.

6 comentários sobre “A paixão segundo G.H – Clarice Lispector

  1. eu sou suspeita pra falar né? acho que você bem sabe o quanto adoro e cito clarice Lispewctor, a considero a melhor escritora que já existiu!
    Parabéns pelo novo blog, não poderia ter começado melhor.

    Claudenice

Obrigada pelo comentário! :)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s