Carnaval nas ruas de SP

Além dos dias de descanso, não tem nenhum motivo que me faça gostar do carnaval. Mas nem por isso odeio a festa, simplesmente observo a folia do meu canto. Esse ano (como em todos os anos), não fui viajar, então resolvi arriscar a minha reputação de metaleira from hell e conhecer um dos blocos que desfilam pelas ruas de São Paulo.

O meu destino foi o bloco “João capota na Alves“, criado em 2008 por estudantes que moravam na região de Pinheiros, mas especificamente nas ruas João Moura, Capote Valente e Alves Guimarães (junção de nomes que batizaram o bloco).

O bloco desfilou no sábado, saindo da rua João Moura e depois estacionando na Praça Benedito Calixto, famosa na região pela venda de objetos antigos. Eu me surpreendi positivamente. A galera estava bem animada, todo mundo cantando, pulando e bebendo a sua cervejinha numa boa. Eu não sou especialista em carnaval, mas acho que dá pra se divertir tanto em um bloco pequeno como nos grandes desfiles, basta ter disposição.

Encontrei até uma colega de trabalho.

"Não tô ouvindo nada"

Só tenho uma crítica para registrar.

Durante o bloco, tocaram apenas UMA música, que era a marchinha tema do ano. Eu fiquei  o tempo todo me perguntando “onde estão as marchinhas de carnaval?”. Em um certo momento, resolveram tocar alguns clássicos do axé, mas o som estava muito baixo, quem estava longe da caixa de som não conseguia identificar qual era a música, dava para ouvir apenas o batuque (que para quem já estava “pra lá de bagdá”, era o suficiente).

Em qualquer lugar que eu vou, independente do estilo, eu presto muita atenção na música. Então nesse quesito eu fiquei meio brocha. Mas de qualquer forma, a experiência foi muito válida e eu recomendo os blocos de carnaval de SP.

Para quem ainda está no pique, amanhã vai rolar o “Vai quem quer“, também na Praça Benedito Calixto.

Eu já voltei ao normal e estou ouvindo meu bom e velho rock’n’roll de sempre. Agora o ano começa de verdade!

I Will Always Love You, Whitney

Definitivamente, os últimos dias não têm sido bons para os amantes da velha e boa música romântica. No dia 8, perdemos o cantor Wando, por consequência de uma parada cardíaca. Sim, ele era brega. Mas para quem ainda não reparou, moramos no Brasil, um dos países mais bregas do mundo, e o Wando ajudou a construir a história da nossa música. E criou um dos versos mais legais que existem. Valeu Wando!

"Você é luz..."

E hoje perdemos uma das maiores divas norte americanas de todos os tempos, inspiração de todas as Mariahs, Beyonces e e cantoras do gênero que conhecemos atualmente. Whitney Houston se foi com 48 anos, e as primeiras informações são de que de ela morreu afogada na banheira do seu quarto, onde foram encontrados também vários frascos de remédios.

A cantora teve problemas com álcool e drogas, mas vinha se recuperando nos últimos anos. Alguns astros convivem com essas substâncias e vivem por muito tempo (Keith Richards que o diga), mas alguns infelizmente vão embora muito cedo.

Sempre fui apaixonada pelas músicas da Whitney e “Guarda Costas” é um dos meus filmes favoritos. O que fica são as suas belíssimas canções, que serão eternas nos corações dos românticos.

Muito obrigada, Whitney!

Renato era chato

Dessas novas mídias sociais que vemos por aí, uma das minha preferidas é o Tumblr. Segundo o blog Techmundo, “Tumblr” é um meio termo entre blog e microblog, e o diferencial é que ele permite uma integração imediata com outras redes sociais. Eu não tenho um pingo de criatividade para criar um, mas adoro visitar os que já existem.

Essa semana eu conheci um muito legal, chamado “Renato era chato”. Apesar do nome, ele não passa de uma homenagem ao grande Renato Russo. Ele descreve vários situações e como ele reagiria usando as suas canções. É muito divertido! O link é http://renatoerachato.tumblr.com/

Parabéns Mr. Axl Rose!

Hoje é aniversário de um dos caras mais amados e odiados da história do Rock. Amado por ter criado uma das maiores bandas de todos os tempos. Odiado por ter acabado com ela.

Ultimamente ele anda por aí com um caras estranhos e uma capa de chuva amarela. Está bem gordinho, e a voz não é a mesma dos tempos de glória. Mas não tem jeito, Mr Axl Rose é o CARA e hoje está completando 50 anos muito bem vividos.

Parabéns Axl!

Axl Rose

Obs: Por algum motivo que eu desconheço (para não dizer que o WordPress é burro), esse post foi publicado no dia 6/2, mas aparece com a data de 7/2.