Documentário “Tem Gringo no Morro” mostra relação entre turismo e Rocinha

tem-gringo-no-morro_t76103_jpg_290x478_upscale_q90

Uma questão que sempre despertou minha curiosidade é o motivo que leva alguns estrangeiros a escolherem as favelas como roteiro turístico no Brasil. Conhecer a cultura brasileira mais de perto e a verdadeira condição de vida dos brasileiros são algumas das razões que, imagino, motivam os turistas a subir o morro. Mas como funcionam essas visitas? Como os moradores enxergam essa “invasão” dos estrangeiros com suas máquinas fotográficas, registrando um cotidiano que, muitas vezes, não tem nada de belo?

É esse o assunto abordado no documentário “Tem Gringo no Morro”, dirigido por Bruno Graziano e Marjorie Niele.

O cenário escolhido é a Rocinha, considerada a maior favela da América Latina e que recebe mais de 3000 turistas estrangeiros todos os meses. Através do depoimento de turistas, guias, moradores e pessoas responsáveis pelo negócio turístico na favela, é possível entender um pouco mais o interesse do gringo pelo morro e a importância dessa presença na comunidade.

Claro que o turismo é um grande negócio para alguns pequenos comerciantes da Rocinha, mas a impressão que eu tive é que o simples fato de ter pessoas dando atenção para a favela, esquecida por grande parte da população, é um dos fatores que fazem os moradores (ou pelo menos, a maioria) aprovar a presença dos estrangeiros.

Talvez a frustração que o turismo na Rocinha traz para alguns vem do sentimento de que, apesar da favela ser um sucesso turístico, ainda é um lugar de pobreza e dificuldade para quem vive lá. Na prática, isso não muda muita coisa para a população.

Destaco a cena em que um morador faz questão de apontar os ratos, baratas, mau cheiro e esgoto presente entre as casas. O que para os estrangeiros é apenas um “choque cultural”, para essas pessoas é a dura realidade.

O documentário é curtinho (27 minutos), mas traz muita informação com uma trilha sonora perfeita e belas imagens do morro.

Não deixem de assistir!