Joga pedra na Geni: Quando você não gosta de Chico Buarque

Vida - Chico Buarque 7

 

Antes de mais nada: eu gosto de Chico Buarque sim!!!!

O título foi só uma brincadeira para falar sobre uma situação que acontece frequentemente comigo, acredito que com alguns de vocês também: quando a gente não suporta um cantor (a) que todo mundo ama.

E aqui não incluo aqueles artistas populares como Ivete Sangalo, Latino, Lepo Lepo e afins, que são massacrados frequentemente pelos críticos musicais. Estou falando dos artistas “cult” mesmo, que são considerados a nata da música brasileira.

Vamos começar o momento desabafo: Acho a Maria Rita uma das cantoras mais chatas do Brasil!!! Não vejo nada demais na voz dela, e as músicas dela não me fazem ter vontade de mexer nenhuma parte do corpo (a não ser a boca, para bocejar). Será que se ela não fosse filha da Elis Regina, ela estaria onde está hoje? Duvido muito.

Outro exemplo: Tulipa Ruiz. Todo mundo adora a Tulipa Ruiz, mas quando eu escuto as músicas dela não sinto energia, criatividade, ousadia…esforço para ter feito aquela canção. A menina no barzinho que eu fui ontem canta melhor que ela (Ale Chris).

E para encerrar: Zeca Baleiro. Tudo bem, até gosto de músicas bregas e sem sentido (“Se eu digo venha, você traz a lenha, pro meu fogo acender”), mas cadê a voz? Não consigo entender como alguém consegue ouvir ele cantando duas músicas seguidas.

E vamos ficar só nas nacionais para eu não ser linchada.

Tenho certeza que alguns devem estar me odiando nesse momento, mas entendo perfeitamente. E também vou continuar olhando torto para quem critica meus cantores preferidos. Só quis destacar mais uma vez como essa questão de gosto musical é tão complexa e pessoal. Sabe aquele ditado “Futebol, religião e política não se discutem”? Alguém deveria incluir a palavra “música” nessa frase.

Agora, minha humilde opinião: Da mesma forma como pegam um monte de artistas populares, jogam em um saco e dizem “tudo isso é ruim”, sinto que fazem a mesma coisa com alguns cantores de MPB, mas no caso dizendo que todos são bons. E quem não concorda é o ignorante, que tem mal gosto, que não entende nada de música e etc. Ninguém é unanimidade nessa vida, se nem Jesus agradou a todos, porque a Maria Rita vai agradar?

Vale lembrar que com o passar dos anos, eu me tornei mais aberta para conhecer novos sons. Portanto, esses três exemplos que eu citei são de artistas que eu realmente ouvi e tentei curtir, mas não consegui. É sempre bom conhecer antes de criticar, e nada impede que um dia eu comece a gostar deles…acredito que o amadurecimento e acontecimentos da nossa vida também influenciam muito no gosto musical.

E já que usei uma música do Chico Buarque como título do post, deixo aqui esse clássico e minha singela homenagem pelos 70 anos do cantor, completados ontem (19).

E, por favor… não joguem pedra na Talita! rs.

 

3 comentários sobre “Joga pedra na Geni: Quando você não gosta de Chico Buarque

  1. Olá, tudo bem? Vou falar sobre o universo televisivo…. Eu tinha 6, 7 anos, mas lembro perfeitamente do Chacrinha. Eu achava o apresentador um velhinho chaaaaaaaaatoooooooooo… chaaaaaaaatoooooooooo….E todo mundo elogia. Rs… “O maior comunicador da TV brasileira”.. Podem jogar pedra em mim…. kkkkk Bjs, Fabio http://www.fabiotv.zip.net

  2. WordPress.com

    Nome de Usuário ou Email

    Senha

     Lembrar-me
    Perdeu a senha?

    Você é Felipe Rodrigues

    Estamos pedindo para você fazer login porque felipe-headbanger@hotmail.com é usado por uma conta na qual você não está logado agora.

    Ao fazer login, você postará o seguinte comentário em Joga pedra na Geni: Quando você não gosta de Chico Buarque:

    Aah malandro! Voltei!! õ/
    Faz um tempo que não passo por aqui. Preciso ler todos os últimos posts pra me atualizar hahahaha
    Agora sobre esse post: achei sensacional o tema! E como sempre você arrasa argumentando esses assuntos musicais! õ/
    Normalmente quando converso com alguém sobre música, o povo meio que se surpreende com o que eu ouço. Talvez seja porque quando alguém me ver já logo pensa que esse muleke é todo metaleiro from hell. Por um lado é até verdade (hehe), mas na verdade me considero mais um eclético do que metaleiro. Mano, eu ouço desde os clássicos de Vivaldi até o metal mais extremo como Cannibal Corpse! Ouço desde músicas boas como B.B. King até as besteiras do Mr. Catra (sim). E do mesmo jeito que não gosto de alguns artistas ruins, eu também não gosto de alguns dos bons. Um exemplo dos bons é Legião Urbana, Pink Floyd, Bob Marley e uns aê.
    Eu concordo plenamente contigo sobre música não é pra ser discutida. Cada um tem um ouvido, um gosto diferente. E sim. O modo de viver influencia e muito o que a pessoa gosta de ouvir.
    Eu, por exemplo. Gosto de agitar pra caramba em shows, beber, gastar energia e tudo mais! Por isso que tenho mais preferência ao metal. Mas claro que eu nunca recusaria ir a um concerto de orquestra ou num show de mpb.
    Cada um tem o direito de gostar e não gostar. Mas é ridículo só ficar na mesmice. Todo mundo devia ter uma mente mais aberta para tudo que é tipo de gênero. A pessoa pode se surpreender com o que pode descobrir. O mundo é grande e a música faz dele maior ainda!
    Ooh, mais uma vez, parabéns aê pelo blog! Sempre com bons argumentos e temas! Continue assim! É nóis!! õ/

Obrigada pelo comentário! :)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s