Por onde anda o bom e velho rock’n’roll?

20130128_tommy_ramone_91
Tommy Ramone

Amanhã, 13 de julho, é comemorado o Dia Mundial do Rock. Há alguns dias, já estava pensando em dedicar um post sobre o assunto, e infelizmente hoje os roqueiros receberam uma notícia que entristeceu a data. Tommy Ramone, baterista da banda Ramones, faleceu ontem (11) aos 62 anos, vítima de câncer. O músico era o único membro vivo da formação original do grupo.

Nunca fui fã de Ramones, mas quem curte minimamente rock com certeza já cantou algum dia o refrão “hey ho let’s go”. É um clássico, uma frase que marcou e vai continuar marcando gerações de roqueiros. É difícil ler essa notícia e não pensar que bandas como Ramones dificilmente vão surgir novamente.

E é aí que eu me pergunto: Por onde anda o bom e velho rock’n’roll? Confesso que minhas bandas preferidas surgiram antes dos anos 2000, mas procuro conhecer bandas novas e está bem difícil achar alguma que valha a pena acompanhar. Acredito que andam confundindo muito POP ROCK com ROCK’N’ROLL.

Por exemplo, ouvi falar muito da banda Imagine Dragons. Mas quando escutei o som dos caras…tipo…isso não é rock pra mim. Não estou dizendo que a banda é ruim, apenas que não pode ser considerada uma nova geração do estilo.

E as bandas nacionais, então? Não tenho visto nada que tenha energia, boas guitarras, letras….tudo pra mim fica beirando aquele pop rock “ok” (ás vezes). Na verdade gostaria de fazer um apelo: Me apresentem bandas novas de rock , por favor! Como diria Narcisa, “ai que tédio, que falta de humor, que falta de criatividade”! Quero solos que me façam viajar, vontade de balançar a cabeça sozinha enquanto estou no metrô…colocar o fone de ouvido e esquecer da vida, entendem?

Só pra vocês não pensarem “Que menina chata, não gosta de nada”, vou deixar aqui uma banda nova que eu estou curtindo muito, chamada The Winery Dogs. Ela é formada pelo baixista Billy Sheehan (Mr. Big, Talas, David Lee Roth) o baterista Mike Portnoy (Dream Theater, Avenged Sevenfold) e o vocalista e guitarrista Richie Kotzen (Mr. Big, Poison). São três músicos com anos de carreira em bandas conceituadas, que resolveram se unir e criar um som de primeira qualidade. Já falei um pouco sobre o Richie Kotzen em outro post aqui do blog.

Roqueiros ou não, aproveitem a data ouvindo boa música! E vida longa ao Rock’n’Roll! \o/